Desfralde! O tempo certo para desfraldar seu filho.

Em 14.02.2018   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

Desfralde

Redutor para o vaso

 

Olá meninas, como prometi, segue todas as informações que irão auxiliar vocês no desfralde. Na verdade o post é muito mais informativo do que um manual de desfralde.

Se existe uma coisa que descobri ao longo desses anos como mãe é que não há manuais para as fases que vivemos com nossos filhos. O que podemos fazer é sempre se informar como deve ser feito e adaptar a nossa realidade, tenho feito isso e dá super certo. Quando tento fazer igual, já era.

Mãe é mãe, mas cada filho é um filho e cada família uma rotina, um modo de viver, uma cultura diferente, uma crença diferente. Então, leia, aproveite as informações relevantes e crie sua própria formula e vai ser sucesso. Vamos lá.

Antes de ser mãe quando eu via uma criança de 3 anos usando fraldas eu já falava: Nossa, até hoje? Sabe de nada inocente, deveria pensar as mães que me ouviam.

Minha mãe disse que me desfraldou com 11 meses, uau. Eu ainda tenho minhas duvidas, como ela conseguiu esse milagre da natureza e para ser maior o milagre ela conseguiu isso duas vezes, meu irmão mais novo também saiu da fralda aos 11 meses.

O que eu demorei entender é que o desfralde é um processo que irá acontecer naturalmente, normalmente algumas crianças mostram sinais que é hora de começar a desfraldar. Mas nós não temos calma para aguardar que isso aconteça e vamos pulando o tempo deles, o que faz do desfralde uma luta sem fim.

Quando o Davi fez dois anos eu coloquei na cabeça que era hora de tirar a fralda, mas ele ainda não falava direito, tinha começado a ir para escola, era inverno e acabei desistindo depois de uma semana sem sucesso.

Nessa época cheguei postar na fanpage que estava tentando tirar a fralda, mas que não estava dando certo e que eu havia desistido. Uma seguidora me chamou no direct e disse que ele precisava falar bem e se comunicar melhor para que o desfralde acontecesse e que talvez aquele não fosse o melhor momento.

Concordei com ela e esperei um pouco mais de seis meses para começar outra vez.

Na primeira vez comprei fralda de pano, dessas que muitas mães usam e eu acho uma lindeza, mas o Davi odiava, era grande, ele não deixava abotoar e eu acabava tirando, comprei troninho, levava ele lá e explicava que lá era o lugar dele fazer xixi e cocô, para ajudar todo dia minha mãe ligava e dizia: Jaque, o Isaque usa o troninho desde um ano e meio, não faz mais xixi a noite e quando sai com a mãe dele já tira o pipiu para fora e faz xixi sozinho.

Meu Deus, ele era só dois meses mais velho que o Davi. Era meu desespero. Será que meu filho tem algum problema, será que não esta desenvolvendo bem? Mas sei que isso acontece com todas nós e inconscientemente comparamos ou deixamos que as pessoas façam comparações sem necessidade nenhuma.

Um dia acordei e falei: chega sou mãe e meu filho é saudável, começou estudar agora e é muita novidade para uma criança só. Vou esperar o tempo dele. Assim que for a hora vamos tentar novamente.

Um belo dia cheguei na sala e o Davi tinha tirado a fralda e eu perguntei: Filho o que houve, porque tirou a fralda? Ele me explicou que estava calor e que ele não queria usar aquilo. Aproveitei a deixa e convidei-o para ir ao banheiro e ofereci o troninho, mas ele pediu que fosse no vaso, com minha ajuda ele sentou no vaso e  fez xixi lá gente, quase morri de alegria, fez sentado.

Abre aspas “como sou mãe de menino sempre tive essa preocupação, sentado ou em pé? E eu tentava ajudar ele fazer em pé, mas ele queria sentar e eu deixei e deu super certo. O importante é estar confortável, na hora certa a natureza dele irá ensinar que a melhor maneira é em pé”

Então fui ao mercado e comprei um redutor e depois desse dia ele nunca mais usou fralda, tinha dois anos e oito meses mais ou menos. Hoje ele não usa mais o redutor, já aprendeu a segurar nas bordas da tampa do vaso.

Algumas mães me perguntaram sobre o cocô, como foi. Ele chegou fazer na roupa umas duas vezes e confesso que raríssimas vezes ele começa fazer cocô na cueca até hoje e sai gritando cocô cocô cocô e termina no banheiro. Mas também foi muito rápido, foi no tempo dele, ele sentiu necessidade de parar de usar a fralda e aprendeu ir ao banheiro para fazer o um e o dois.

Durante o dia eu sempre ofereço: Filho, vamos ao banheiro, fazer xixi? Ou, Filho quer ir fazer xixi? Quer fazer cocô? E assim eu o ajudo a lembrar de que precisa ir ao banheiro fazer xixi e cocô e que não pode ficar segurando, quando tiver com vontade precisa avisar a mamãe. Também levo antes de dormir e acordo de madrugada e levo-o dormindo para fazer xixi. Não há necessidade de levar, mas acabei me acostumando. Já deixei sem levar e não fez xixi na cama.

Eu cheguei contar uma arte dele lá no stories do instagram e esta no destaque de historias com titulo “Desfralde” vai lá conferir. Uma noite que coloquei fralda nele porque não consegui levar ele ao banheiro antes de dormir.

Então, não existe segredo. Só que para tudo há um tempo. Mas me contem como foi ae? Como esta sendo? O que deu certo para vocês? Assim podemos ajudar outras mães e em breve eu terei outro bebê para desfraldar. Aiaiaiaia.

Segue a gente lá no instagram e na fanpage, sempre tem foto bonita, texto emocionante e muita coisa de mãe.

Bju bju bju

Jaqueline Medeiros