DIETA PALEO! COMO COMEÇAR?

Em 20.06.2016   Arquivado em DIETA PALEOLÍTICA

 

comocomeçardietapaleoPor onde começar?

Sempre que recebo essa pergunta eu respondo que primeiro você deve abrir a mente e querer estudar pelo menos um pouquinho do que é esse estilo de vida.

Agora se você tem preguiça e quiser simplificar, pense no que seria comida de verdade (só não inclua a salsicha da sadia, pelo amor de Deus), esqueça estudos e comece tirando tudo que seja industrializado e coma carnes de todos os tipos, ovos, oleaginosas, verduras, folhas e algumas frutas (escolha sempre as vermelhas, coco e abacate que são mais gordurosas), coma gordura natural dos alimentos, retire os óleos vegetais, os grãos integrais e leguminosas, mas não seja chato e comece a fazer perguntas sem lógica antes de ir atrás de informação.

E pra você que quer aprofundar?

Procure sempre blogs paleo, que vão ter linguagens mais simplificadas, artigos traduzidos e conteúdos mais “gostosos” para leitura.

Vocês vão perceber que tudo vai ter a frase clichê: COMA COMIDA DE VERDADE!

Mas vamos lá.

Eu comecei estudando sim, comprei livros relacionados à dieta paleo, li todo o blog do Teco, porque no início eu até acreditei que gordura não fazia mal, mas aquele negócio de comer de 3/3h eu não queria esquecer. Comecei a paleo, fiz lowcarb no início como manda o figurino, mas comendo de 3/3h, até porque não tinha estudado quase nada ainda sobre o assunto. Mas isso durou pouco, porque a cada dia que passava eu me apaixonava mais pelo estilo de vida, via os resultados no meu organismo, comecei a me descobrir, vi que tudo aquilo que eu estava buscando fazia sentido.

E fazer lowcarb pra iniciar a dieta paleo é fundamental. Lembra quando eu falei que somos viciados em açúcar e em carboidratos? Então, começar com lowcarb vai fazer com que esse vício vá diminuindo e a compulsão passando. É como um trecho de um post do Teco que ele fala assim: “Sabe aquela força de vontade que você precisa ter em toda dieta só que para o resto da vida? Na paleo você precisa dela só no início.” Justamente por isso, até passar a abstinência de comer um pão, um bolo, um doce qualquer. Mas até essa compulsão passar, você não pode tirar dia do lixo, porque aí você estará alimentando novamente o seu cérebro, e o desejo por doce, por farinha vai voltar de novo, e ainda maior, pode ter certeza. Você era um viciado, lembra? É como se um viciado em crack voltasse a usar a droga e alimentasse o vício que tinha tempo que não sentia, você deixará de alimentar o seu vício.

Você pode sentir fraqueza, pode ser que seu intestino prenda ou solte, pode ser que sua cabeça fique doendo, que você fique tonto, mas isso são coisas que em qualquer dieta você terá, e isso é meio lógico, porque você estará fazendo com que seu organismo comece a trabalhar com outro tipo de, vamos dizer, “combustível”, e até ele passar por esse processo leva um tempinho.

Eu não me lembro de ter nenhum desses efeitos colaterais, não sei se era porque eu já fazia dieta antes e meu organismo já estava acostumado com um “combustível” saudável que eu não tive nem fraqueza, treinava normalmente e me sentia super bem.

Mas pra quem estiver iniciando é sempre bom ir com cautela. Veja como vai ser sua adaptação, e até lá se puder evitar fazer exercícios que exija muito do seu corpo, será melhor.

A partir de quando posso fazer jejum?

Sobre o jejum, vou fazer um post só pra ele, porque ele merece! Porém digo que você pode ir tentando, mas o faça naturalmente. Como assim naturalmente? A regra não é comer quando se tem fome e até a saciedade? Então a partir disso você nunca mais vai comer de 3/3h e nem em horários determinados, e quando parar pra pensar estará fazendo jejum natural, e isso será automático.

Nunca faça um desjejum com frutas ou outros tipos de carboidratos, pois sua insulina estará bem baixa, e comendo “açúcar” logo de cara, sua insulina vai subir de uma vez e vai reservar energia em forma de gordura, então no desjejum opte por gorduras boas e proteínas.

A minha experiência com o jejum foi extraordinária. Foi a primeira vez que eu vi e senti que posso ter autocontrole em relação à comida. Descobri o que é fome, o que é vontade de comer, o que é ansiedade e querer comer por isso, e temos que parar de associar felicidade com comida e vice versa.

Uma coisa é simples, vamos parar de ficar ligados a nomenclaturas? Esqueça o nome jejum e foque no seu significado, porque já que você irá comer somente quando tiver fome, o tempo sem ingerir algo é o jejum, não é mesmo? Da mesma forma o nome “dieta paleolítica”, esqueça essa nomenclatura e lembre-se que é se alimentar da forma com que os nossos ancestrais se alimentavam antes da agricultura.

Depois que você vai estudando, aceitando que as coisas são simples, tudo vai ficando mais fácil e fazendo parte da sua rotina, e o que era normal pra você antes começa a sair da sua cabeça, a mente vai abrindo e vai ficando tudo lindo rsrs.

 

Mas me falem aí, quem já está tentando entrar nesse estilo de vida, ou já entrou? Quais as sensações que estão sentindo? São as mesmas que aos poucos vou descrevendo por aqui?

Espero que estejam gostando, e torno a pedir que tragam sugestões e dúvidas, para que eu vá esclarecendo em casa post.

Um beijo grande! Até o próximo post.

Obrigada e me sigam nas redes sociais.

Snap: isaffilbida

Instagran: isaffilbida.farma

Facebook: Isadora Fernandes Fílbida.

Imagem: Internet

Sejam bem vindos! Dispensar