Entre Fraldas e Blush

Nossa maternidade nada perfeita

È minha gente, que atire a primeira pedra quem nunca pagou a língua depois que foi mãe. Que disse “meu filho não vai comer doce”, “não vai usar tablet” , “na minha casa não terá chupeta e mamadeira” ou, em uma situação de birra alheia, “julgou a mãe da criança, quase a apedrejando com os olhos?”

Eu, Eu, Eu, essa mãe que vos escreve. Por inúmeras vezes paguei a minha depois que a Fofurice nasceu. A minha justificativa é que acabamos sim, fazendo o que o outro fez porque é mais fácil, resolve naquele momento ou sei lá o motivo.

No meu caso, quando estava grávida, dizia bem convicta que a Lígia não teria acesso a tablet, celular, doce, chupeta té x anos. Uns olham e riam (principalmente meu marido), outros concordavam, teve até quem arriscou palpitar, sabe os discursos? Então.. fizeram parte dessa fase.

A mãe de primeira viagem aqui acreditava fortemente que as outras soluções resolveriam. OK, até passar pela primeira experiência. Aos 8 meses a Fofu conheceu a Galinha Pintadinha na TV, ufa que descanso por 20 minutos. A exaustão da livre demanda, noites em claro, foram resolvidas com aquele desenho chiclete que fica na cabeça da gente. Isso permanece até hoje, claro que com moderação.

Mamadeira aos 20 dias de vida com o complemento da Fórmula, pois a dor de amamentar era tão intensa que aderimos 80% peito e 20% Nan. Chupeta também foi bem vinda no primeiro mês, essa durou pouco, 6 meses. OK, sem estress.

Doce com 1 ano, muito moderado, hoje ela gosta, mas com restrições. Celular e tablet em alguns momentos, como por exemplo, ir de uber para algum lugar (funciona porque senão ela detona o carro), avião não resolve e restaurante , depende do lugar. Muitos deles somos nós o espaço kids de entretenimento. Sim, saimos correndo atrás de filho, levamos outras opções.

A maternidade não é perfeita, não conseguimos seguir tudo á risca, nem sempre o que funciona na casa do vizinho vai dar certo na sua. Por mais que você prometa, faça planos, vai ter sempre uma situação em que irá pagar a língua. E sabe de uma coisa? Está tudo bem!! Seja feliz e divirta-se com isso.

Por Carol Gama (Blog Vamos Conversar ?)

Bem Vinda a Maternidade Real

Junte-se a outras mães que também estão em busca de conhecer e compreender melhor a si mesmas para se tornarem mães mais presentes e conectadas com seus filhos. Cadastre seu e-mail abaixo gratuitamente.

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

Duvidas, carreira e medos depois dos Filhos
DEPOIS DO POSITIVO – SEJA BEM VINDA A MATERNIDADE
A descoberta da gravidez reinicia a vida e é maravilhoso
Pular para a barra de ferramentas