Entre Fraldas e Blush

É DISSO QUE SEUS FILHOS PRECISAM: TÉDIO!

Por mais tédio, por favor!

Recentemente uma amiga compartilhou um vídeo no Facebook divulgado pelo Fórum Econômico Mundial sobre a importância de deixar seus filhos entediados. Sim, é isso mesmo, precisamos colocar freio nas crianças. O título em inglês é “Want to be a great parent? Let your children bored”(tradução literal: “Quer ser um ótimo pai? Deixem seus filhos entediados”) traz a questão e uma reflexão sobre: Com tanta tecnologia, recursos, lugares para sair, uma infinidade de coisas para se distrair (Tablets, Vídeo Games, Smarthphones, Snapchat, Shoppings) e ainda continua um vazio. Por que as crianças ainda continuam entediadas? O que os pais devem fazer?

De acordo com as informações do vídeo, os especialistas em desenvolvimento infantil alertam aos pais para não se apressarem em dar “respostas prontas”, ou seja, quando seu filho disser “Pai / Mãe, não tem nada para fazer” e você entregar um celular ou tablet para jogar ou navegar nas Redes Sociais. Pesquisadores alertam que a monotonia e o tédio trazem uma serenidade interior que ajudam ás crianças no autoconhecimento. Os próprios pesquisadores orientam que são contra estimular muito tempo em frente às telas para aliviar esse “problema”. Eles recomendam dar desafios criativos para estimular a imaginação das crianças, pois assim os processos imaginativos e criativos podem estimular o interesse, que irá permanecer com a criança a vida toda. As crianças desenvolvem habilidades importantes quando eles precisam trazer soluções para a monotonia.

Segundo as palavras da Dra. Vanessa Lapointe, as crianças precisam conviver com o seu próprio tédio para o mundo se tornar calmo o suficiente para que eles possam ouvir a si mesmos.

Isso vai de encontro com a Palestra que assisti na semana passada sobre “A arte de dar Limites” com o psicólogo Dr. Luiz Alberto Hanns. Ele nos disse que com as mudanças na educação, principalmente nos dias de hoje, a Sociedade está cobrando dos pais que eles são responsáveis por motivar, entreter, promover as atividades mias bacanas no final de semana, as viagens mais incríveis nas férias e jamais, nunca em tempo algum deixar os filhos entediados. Tédio não tem que existir em hipótese nenhuma na vida de uma criança. Quanto erro, meu Deus! (não dele, mas da Sociedade).

È como se nós pais, fossemos uma espécie de monitor de Buffet infantil ligado nos 220 V 24/7 sem parar. Esquece seu cansaço diário ou problemas do dia a dia. O que é isso gente? O mundo está ao contrário e ninguém avisou?

Isso me remete a criação de filhos ansiosos, que não sabem esperar, querem tudo para ontem, vivem no “tempo real”, da resposta imediata.

Criança precisa sim ficar entediada, aprender a pensar e usar a imaginação nas brincadeiras, correr, desenhar, pular, ler, vivenciar um mundo lá fora. Internet é bom até certo modo. Não podemos “dar tudo de mãos beijadas” senão eles crescem sem autonomia e capacidade de decisão.

Estou vivenciando uma realidade em que os pais enchem seus filhos de atividades, de segunda á segunda pós-escola, sem contar no final de semana. Como que essa criança vai aprender a brincar sozinha? A pensar em alguma coisa?

Para nós adultos, o estudioso Domenico Di Masi defende a tese do “o ócio é criativo”, todos precisam ter um momento de sossego para pensar, criar, refletir. Mas como conseguir isso sendo que não estão educando os filhos para ficar quieto um minuto?

Por Carol Gama do @blogvamosvamosconversar

Bem Vinda a Maternidade Real

Junte-se a outras mães que também estão em busca de conhecer e compreender melhor a si mesmas para se tornarem mães mais presentes e conectadas com seus filhos. Cadastre seu e-mail abaixo gratuitamente.

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

O PRÓXIMO FILHO
Ser mãe nem é sempre ser super!
Planejando a festa de um ano, o primeiro infarto de uma mãe
Pular para a barra de ferramentas