Entre Fraldas e Blush

Respira, assim não pira !!!

"Respiração é vida. Podemos durante dias sobreviver sem comida ou água, mas sem respirar apenas sobreviveríamos alguns minutos." – Sivananda Yoga Centers The Sivananda companion to Yoga 

 Todos nós sabemos que a respiração é vital para nossa sobrevivência, tanto é que realizamos todo o processo de maneira inconsciente. Porém o que poucos sabem é que a forma como respiramos interfere diretamente nas nossas emoções. Vamos pegar um exemplo que já ouvimos em um momento de tensão: "Respire fundo e devagar".

Respirar fundo e devagar acalma, mas por quê? Segundo Kevin Yackle e seus colegas da Universidade de Stanford e de outras instituições nos Estados Unidos, “O centro da respiração tem uma influência direta e dramática na ordem superior do cérebro”. Ou seja, existe um pequeno grupo de neurônios no tronco cerebral que regula o equilíbrio entre respiração e atividade cerebral relacionada à calma ou ao estresse. 

Respirar profundamente ajuda não apenas a acalmar a mente, mas também auxilia na digestão, elimina as toxinas do corpo fortalecendo o organismo e a imunidade , alem de desacelera os batimentos cardíacos controlando os radicais livres.

Através da prática da respiração é possível não apenas relaxar, mas também despertar o corpo.  Para energizar – se utiliza uma técnica com movimentos rápidos trazendo oxigênio em um curto período de tempo para a corrente sanguínea. Esse tipo de respiração sem interferência fazemos de forma inconsciente quando estamos realizando por exemplo uma atividade aeróbica como corrida ou dança. Observem como a respiração fica mais alta (no tórax) curta e rápida, ao contrário da respiração “completa” e profunda que exige na inalação mais oxigênio para preencher tórax e abdômen, assim se tornando mais lenta.

Então não se apegue a respirar de maneira correta, pois a maneira correta é aquela que seu corpo precisa no momento, dessa forma também treinamos nossa mente para focar no presente, se desligando do passado que não pode mais ser alterado e do futuro que ainda não existe.

Agora que entendemos a importância de respirar, vamos sincronizar com a prática de Yoga, trazendo o equilíbrio entre corpo e mente ou coração e cérebro. 

Antes de iniciarmos fiquem atentos as seguintes observações:

 – Todos podem praticar a respiração relaxante (profunda e lenta)

–  Procure um ambiente calmo e desligue os aparelhos eletrônicos antes de iniciar 

  • Caso sinta tontura, pare e volte a respirar sem interferência 
  • Lembre se que é através da prática que você vai sentir os benefícios,  portanto não desista 

–  Você pode fazer as respirações em pé, sentado ou deitado

–  Coloque a mão no abdômen e sinta o ar entrando pelas narinas e seu abdômen se expandindo (enchendo como uma bexiga) e depois exale pelas narinas sentindo seu abdômen descendo (esvaziando como uma bexiga). Para ficar mais fácil, observe a figura anexada no texto.

Namastê 

Om Shanti Om 

Amany Scaramuzza

Bem Vinda a Maternidade Real

Junte-se a outras mães que também estão em busca de conhecer e compreender melhor a si mesmas para se tornarem mães mais presentes e conectadas com seus filhos. Cadastre seu e-mail abaixo gratuitamente.

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

Nossa maternidade nada perfeita
Ser mãe é se reeducar todos os dias
Ser mãe nem é sempre ser super!
Pular para a barra de ferramentas