Um Exército de Mãe

Em 27.11.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

mãe que amamenta Sim! Somos um exército armado e poderoso, o destino do mundo inteiro está nas nossas mãos. Dominamos as maiores armas e temos o controle de toda uma geração!
Esse é o legado da maternidade, mulheres guerreiras que se desdobram entre suas vidas e a vida dos filhos para entregar para sociedade seres humanos melhores.
Amamentam, trabalham, são esposas, são executivas, dormem tarde, acordam cedo, comem pouco, comem errado, choram sozinhas, tomam banhos corridos, tudo isso para garantir um futuro melhor.
Não pensam em si, se arrumam rápido e eu tenho certeza que nenhum militar tem a habilidade de uma mãe. Defende os filhos até a morte, protegem seus territórios e não existe um inimigo que sobreviva a sua arma secreta: “oração de mãe”.

Um dia me alistei nesse time, eu não sabia dos perigos e muito menos das recompensas. Mas hoje eu quero deixar aqui registrada minha gratidão a Deus por me recrutar e confiar esse titulo a minha pessoa.

Obrigada Comandante e Parabéns a todas companheiras!

Jaqueline Medeiros <3
Foto via The Bump

A Realidade da Maternidade

Em 24.09.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

INCRI8Olá lindas do meu coração, já tem um tempo que não consigo escrever aqui no blog, quem me acompanha pelas redes sociais sabe da minha correria. Mas hoje eu vim conversar um pouco, até pensei em trazer alguma informação das que vocês sempre pedem, mas sei o quanto vocês são antenadas e estão por dentro dos assuntos maternos mais importantes disponíveis na internet. Resolvi falar um pouco de vida real, de viver a maternidade e de me desabafar também.

Desde segunda-feira estou sozinha com os meninos e confesso que no final da segunda-feira eu pensei que iria enlouquecer, dormi determinada a mudar todos os acontecimentos, não sou de me entregar, não acredito no impossível e sei que com Deus no controle das nossas vidas existem soluções para todas as situações. Muitas de vocês deixaram recadinhos me motivando e apoiando e contando historias parecidas com a minha… pensei: Se elas conseguiram eu também vou conseguir. E sou grata a cada uma que me mandou um beijo, abraço e disse que não era esse bicho de sete cabeças que eu imaginava.

Terça-feira minha sogra ficou um pouco comigo e eu consegui me organizar melhor, na quarta eu já havia conseguido colocar horário nas sonecas dos pequenos e na quinta, acreditem: O dia foi muito tranquilo, dormimos bem, comemos e parecia tudo perfeito rs. Mas como a vida real não é nenhuma periguete rsrs, ontem o Davi deu uma crise de ciumes, chorou o dia todo, fiquei inconsolada. Hoje ele acordou do mesmo jeito, pediu a vô e eu deixei ele na parte da manha na casa da minha sogra, meu sobrinho estava la e o Davi adora brincar com ele. Agora estão todos dormindo.

Mas o que quero contando um pouco da minha semana? Quero deixar claro que dias difíceis existem e que eles são muito intensos, mas que dias bons também chegam e que nessa vida de mãe que vivemos é preciso viver um dia de cada vez e não sofrer com o dia de amanhã. Outro ponto muito importante na maternidade é não se entregar e confiar em Deus, vejo tantas mulheres deprimidas, exaustas que se entregaram porque não acreditavam na mudança, porque não sabiam que nesse mesmo barco existiam inúmeras mulheres que viviam entre naufrágio e calmaria. Que deixaram a vida passar ao ver o filho fazer birra e não saber resolver a situação. Mulheres guerreiras mas solitárias que esqueceram de pedir ajudar por achar que conseguiriam sozinhas.

Hoje eu quero pedir ajuda, ajuda para outras mães, seja solidaria ao medo das outras, conte suas historias, convide para ir ate a pracinha. Indique um livro, chame para beber um vinho e ajude a correr atras das crianças. Mostre a maternidade real, conte que seu filho também fica algumas noites sem dormir, mas que ele dorme também. Conte que você já deu doce, refri e deixou ele correr descalço. Conte que a vida é de verdade e que a maioria das mães virtuais perfeitas não existem e são idealizadas por gente sem noção. Conte que criança cai e levanta, que criança faz birra, que criança da febre, que criança é gente como a gente, mas é pequenina e precisa de carinho e calma.

Ensine as mães cansadas de amamentar a noite inteira a dar uma mamadeira para descansar um pouco e conseguir cuidar com mais carinho do bebê no dia seguinte, explique que amamentar é Divino, mas que Deus deu sabedoria aos homens para ajudar nos momentos complicados.

Enfim, que eu e você possamos ajudar outras mulheres a serem mais leves, a acreditarem que amanhã vamos rir de tudo e que todas nós ou já passamos ou ainda iremos passar por momentos de estresse e que é preciso muita fé e simplicidade para continuar.

Adoro conversar com vocês, quero muito ajudar outras mães que são reais, assim como eu sou. Se tiverem alguma sugestão deixem nos comentários que vou ter o maior prazer de responder. Aproveitem para me seguir no instagram, lá é o lugar onde consigo deixar pelo menos um oi todo dia e vamos conseguir conversar melhor por lá.

Um abraço e muito obrigada por estarem sempre comigo, me acompanhando e desejando coisas boas para minha família.

Beijo no coração <3

Love, J. <3

créditos: imagem via The Bump