Dicas de Presentes para Bebês e Crianças de um e dois anos

Em 01.11.2016   Arquivado em CRIANÇAS, MATERNIDADE

Olá lindas do meu coraçãozinho estive ausente esse mês, era férias do maridinho e marido em casa é trabalho dobrado, como homem dá trabalho viu?!rs

Fonte: Internet

Fonte: Internet

Desde que comecei o blog varias amigas que ainda não são mamães me perguntam o que dar de presente para uma criança, ou para um bebê ou até para uma mamãe gravidinha. Pensando nessas amigas e na infinita possibilidade de presentes disponíveis no mercado resolvi selecionar alguns que eu acho úteis e práticos.

Também deixo esse espaço para você dar sua sugestão de presente e na próxima semana eu faço um post  “ Dicas de presentes para gravidas, bebês e crianças sugeridos pelas seguidoras”. E assim poderemos ajudar as amigas que ainda não são mães a se decidirem na hora de comprar uma lembrancinha. O importante é marcar uma amiga que ainda não é mamãe para acompanhar as dicas, ok?

Claro que tudo depende de quanto você quer gastar e da intimidade que você tem com a futura mãe. Se forem muito amigas e você quiser ajudar nessa nova fase que muda completamente a vida de uma mulher, eu aconselho a dar algum presente que levante a alto estima da sua amiga, durante a gestação ficamos muito frágeis e um presente que é direcionado para nós e não para o bebê é muito gostoso. Eu amava os presentinhos para os meninos, mas lembro de que em um belo dia uma amiga veio me visitar e trouxe uma roupinha para o Davi e uma batinha para mim, disse: ‘Imaginei que você iria usar muito e trouxe para você.’ E realmente eu usei muito e fiquei muito muito feliz (tomara que ela leia o post).

Mas vamos aos presentes para os bebês que irão chegar ou já nasceram:

-Roupinhas: Dê tamanhos maiores, ou pergunte que tamanho sua amiga ainda não tem no enxoval. Se é uma amiga sem esse tipo de intimidade, procure dar roupinhas maiores, que o bebê irá usar mais tempo, bebês crescem como abobrinha.

-Um kit de maternidade: A Natura tem umas opções fofas de kits maternidade, com frasqueira, trocador e ainda vem com colônia ou sabonete. Mas você também pode montar um kit de outra marca, fazer uma cesta com itens indispensáveis para maternidade e assim ajudar a nova mamãe. Sugestão ( Sabonte Johnson e lencinho umedecido da linha baby, um Trocador Happy Day e um pacotinho de fraldas Pampers ou Mamy Poko) E não é publi viu, são marcas e produtos que eu uso e por isso indico. Existem inúmeras opções no mercado, vocês podem montar com a marca que vocês mais gostarem. Um kit assim é um megaaaa presente!

-Produtos de bebês: Os produtinhos dos kits que sugeri podem ser comprados separadamente, embrulhados em papel ceda e colocados em uma bela sacolinha e já serão uma lembrança e tanto para a mamãe.

-Acessórios: Se você quer dar um presente bom e que vai usar muito tempo eu sugiro dois que eu uso e deixo aberto para as mamães que estão lendo deixarem sugestões praticas para as dicas que irei postar na próxima semana. São a cadeirinha de balanço, que é um descanso para a mamãe e eu levo para o banheiro quando vou tomar banho, para cozinha quando vou fazer alguma comida e assim por diante. E o Tapete Happy Day que levo para todo lado, coloco no chão, coloco um travesseiro e um coeiro e pronto, Mateus tem uma cama e Davi um espaço limpo para brincar, comer e etc.

Para crianças eu vou me limitar as idades de um e dois anos e novamente se as mamães quiserem deixar sugestões para as próximas idades eu fico grata e postarei semana que vem.

1 ANO

Presente de um ano

Gente eu vou falar a verdade, se você vai a um niver de um aninho e é amiga da mamãe rs, dê roupaaaaa, mãe adora roupa para os filhos. Mas se você quer fazer amizade com o petitico ou petitica dê um brinquedo. Sua preocupação para compra brinquedos deve ser em relação à segurança da criança, preste sempre atenção na indicação do produto e a idade recomendada. Os brinquedos que o Davi mais usou e gostou, foram os carrinhos, ele adora carrinho e ganhou de todos os tamanhos e modelos. E os legos, ele ama ficar montando aquilo, brinca o dia todo. Existem marcas muito caras no mercado e existem marcas boas, com qualidade e preço bom, duas marcas que eu compro muito são Calesita e Dican e tem brinquedos para toda idade, tanto para meninas como para meninos. Outro presente muito legal e útil para essa idade são os tapetes de EVA, que trazem segurança e um colorido especial para os quartinhos das crianças, vale a pena verificar se a criança tem ou não um em casa.

2 ANOS

Gente essa fase a criança já começa ter uma identidade e selecionar o que mais gosta. O meu pequeno ama ursos, dinossauros e carros. Então, por aqui, para agradar basta dar um desses que ele já fica todo feliz. Também acho legal os brinquedos didáticos, eles ajudam muito no desenvolvimento da criança, há um tempo recebemos um presente muito legal no blog, Davi ama, é de um club de assinaturas para crianças construírem seus próprios brinquedos, vale a pena conhecer, chama Box Joaninha.

Enfim, espero ter ajudado um pouquinho quem ainda não sabe o que dar de presente. Eu uso e indico todas as marcas aqui citadas e não é publi. Quem acompanha o blog sabe que tenho um espaço da Natura on line e eu uso os produtos que vendo e agora também sou Revendedora dos produtos Happy Day que eu já usava e indicava antes de vender.

Segue minhas redes sociais e meu espaço Natura e me chamem inbox na fanpage que passo meu whats para quem quiser conhecer e saber mais sobre os produtos Happy Day. A mamãe aqui, aspirante a blogueira e ex engenheira rs, precisa ganhar dimdim. Desde sempre a independência financeira foi e é um valor muito forte na minha vida, sou a favor da mulher ser mãe e estar perto dos filhos, mas também sou a favor da mulher se virar e ter seu próprio dinheiro, faz bem para nosso ego, alias, se você também quiser, pode ter um espaço Natura, deixe seu email que mando mais informações!!!

rede.natura.net/espaco/jackmedeiros

www.instagram.com/entrefraldaseblush

www.facebook.com/entrefraldaseblush

Bju bju bju

Love, J. <3

Vida Profissional depois dos Filhos

Em 30.08.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE, MULHERES QUE EMPREENDEM

Olá lindas do meu coraçãozinho! Quero ter um papo cabeça com vocês, na verdade um desabafo do meu coração. Ser mãe trazem novas oportunidades de viver a vida diferente e faz do nosso mundo um lugar melhor.

Hoje quero falar com vocês sobre carreira, vida profissional depois da chegada dos filhos! Já falei sobre isso aqui, mas eu sei que, assim como eu, outras mulheres vivem esse mesmo drama na maternidade, e ficam se perguntando o que fazer depois da chegada dos filhos?

12816846_1578283889156238_2043756856_n

Eu, no inicio, quis voltar a trabalhar, mas o mundo corporativo é muito taxativo sobre nossa realidade. Assim que minha licença-maternidade acabou, para ficar mais tempo com o petitico, tirei férias e quando finalmente voltei ao trabalho fui dispensada. A justificativa era um enxugamento no quadro de colaboradores e blá blá blá blá. Mas eu sabia, ser mulher tem um peso diferente e não questiono, sei que atualmente as empresas presam pelos resultados e buscam pessoas que estejam totalmente disponíveis para elas.

Depois desse episodio eu decidi ficar um tempo com Davi Luiggi e deixei a ideia de retornar a exercer minha profissão para um futuro próximo, mas logo engravidei do Mateus Lucca e esse projeto de voltar ao mercado de trabalho ficou mais distante.  O meu grande dilema é: O que fazer agora? Ser mãe é divino, magnifico, esplendido e eu realmente me encontrei na maternidade, mas continuo a ser mulher e ter uma identidade como ser humano é primordial, meus filhos vão crescer e eu não posso me perder. Descobri em um curso que fiz atualmente, que INDEPENDÊNCIA é um valor muito importante para mim, que sem ele eu não seria completa, claro que nem precisava do curso para eu saber isso, mas foi uma maneira de afirmar a importância desse valor no meu contexto de vida. Muitas mulheres vivem muito bem sob os cuidados do companheiro, não se incomodam de terem seus gastos custeados pelo esposo e vivem super bem, admiro, mas não consigo!

Estudei, fiz um curso de Engenharia, uma pós e um bom MBA porque a ideia de ter outra pessoa pagando o meu salão ou a sandália que uso me enlouquecia. Ter meu dinheiro era mais que importante, era essencial. Ao longo da vida nossas escolhas mudam, mas nossos valores continuam os mesmos e na maioria das vezes se eles não são correspondidos nos nossos relacionamentos, tanto profissional, quanto amorosos, entramos em desequilíbrio emocional e surtamos. Surtei!

O blog me ajuda há passar o tempo sem pirar muito, sem perder a cabeça, mas eu não preciso só escrever, preciso ganhar dinheiro, money, dimdim. Algo que eu possa chamar de meu, não tenho a pretensão de ganhar milhões, mas quero sim, o suficiente para não perder o meu maior valor!

Por isso, hoje quero apresentar para vocês meu espaço, um lugar onde eu sou consultora de uma marca maravilhosa, que eu já conheço há muito tempo e sempre usei seus produtos . Encontrei nessa possibilidade da CONSULTORA DIGITAL NATURA, uma oportunidade para não perder o meu maior valor e ainda continuar perto dos meus filhos.

A Natura hoje tem um modelo de franquia para mulheres que estão dispostas a empreender e ter seu próprio negocio com um investimento pequeno. O modelo de negocio é muito atrativo e se você tiver um pouco de dedicação, gostar de vender produtos e amar as redes sociais, já está apta para começar. Já fiz minhas primeiras vendas e sei que muitas virão, vou me empenhar muito e vou dividir com vocês todas as promoções e descontos que forem lançadas, conto com a ajuda de vocês para comprarem aqui no meu espaço todos aqueles produtos que vocês já conhecem e sabem que são de qualidade.  Prometo continuar trazendo conteúdo de qualidade e continuar escrevendo no blog por hobbie e amor em dividir todas as minhas experiências maternas.

Se você tiver também tiver interesse em adquirir a franquia e começar a trabalhar perto dos seus filhos, ter seu dinheirinho e independência financeira deixe seu email aqui nos comentários ou na fanpage que a Natura irá entrar em contato e te explicar direitinho todos os ganhos e vantagens em ser Consultora digital Natura, não se preocupe, é algo seguro, pesquisei muito antes de comprar e começar a vender. Se você gosta de trabalhar on-line e principalmente ajudar a melhorar a vida de outras pessoas, as suas chances são muito maiores. Em 2020 teremos 3 bilhões de pessoas a mais na internet, o que representa muitos consumidores para os seus produtos. Não deixe de dividir com o mundo o que você veio para dividir e, principalmente, não deixe ninguém te dizer que você não vai conseguir. Assim como foi possível para mim, vai ser possível para você também! Acreditem, as vantagens são inúmeras e eu como mulher acredito que todas merecemos ter nosso próprio dinheiro, faz bem para nossa autoestima, bem para nossos filhos, bem para nossos relacionamentos. Conte comigo!!!

Beijos!

Meu espaço: rede.natura.net/espaço/jackmedeiros

Snap: jackdluiggi

Instagram: @entrefraldaseblush

Fanpage: @entrefraldaseblush

Email: entrefraldaseblush@gmail.com

 

Love, J. <3

Tapete Happy Day

Em 19.08.2016   Arquivado em MATERNIDADE, MULHERES QUE EMPREENDEM

Olá meninas lindas do meu coração, no inicio do blog tínhamos uma tag “MULHERES QUE EMPREENDEM” que eu adorava escrever, quem me acompanha sabe que o blog ficou um mês fora do ar e perdi todos os arquivos. Mas hoje vamos começar a tag novamente, com uma historia surpreendente e cheia de inspiração para outras mulheres, que assim como eu, acreditam no empreendedorismo e querem ter seu próprio negocio para estar mais perto dos filhos.

Deixo esse espaço aberto a todas mulheres, guerreiras e determinadas que quiserem divulgar o seu negocio. É só escrever sua história e encaminhar no email entrefraldaseblush@gmail.com e esperar que logo logo sua história de sucesso também estará aqui.

A historia de hoje é contada pela linda Camila Fialho, vem comigo e se inspire!

tapete happy day 2

 

Meu nome é Camila Fialho, tenho 36 anos, sou casada há 6 com Rodrigo Rodrigues, marido incrível, e mãe de uma estrelinha e de um bebê arco-íris. Eu explico. Em 2015, tivemos a nossa primogênita Beatriz que faleceu, infelizmente, após dois dias de nascida. Uma dor e uma travessia que não desejo pra qualquer mãe. O luto e a dor foram transformados em cura para outras mulheres através da criação do blog Cartas para Beatriz (www.estrelinhabeatriz.blogspot.com), pois ali pude fazer meus desabafos e descobrir que não estava só. E através desta catarse também fui me curando e cinco meses após sua partida, recebemos a linda noticia de estarmos gestando um novo bebê. Existe uma expressão em inglês chamada “rainbow babies” (ou bebês arco-íris) que se refere ao bebê que vem colorir a vida dos pais após uma longa tempestade vivida com uma dura perda. Então, hoje estou gestando o Gustavo que deve chegar até final de agosto. (talvez até a publicação desta entrevista ele já tenha nascido!).

Eu sou formada em Relações Públicas desde 2003 e me especializei em marketing de relacionamento e serviços. Sempre atuei no meio corporativo de grandes empresas de varejo de moda como executiva de marketing, desenvolvendo projetos para diversos segmentos de público. Porém, percebi em 2013 que meus planos de engravidar não eram vistos com bons olhos no trabalho e tive certeza que se eu quisesse seguir adiante, enfrentaria muitas dificuldades, pressão psicológica, cobranças excessivas e não estaria feliz pessoal e profissionalmente. Tive certeza naquele momento de que eu já estava adiando há anos uma decisão pessoal sempre em prol do profissional. Então, como nada ocorre por acaso, acabei me desligando da empresa em 2014 e no mês seguinte eu engravidei da nossa primogênita Beatriz, conforme meu marido e eu planejamos.

Durante a gestação, eu não estava trabalhando e me envolvi muito nesse meio de mães e grávidas, participando de grupos, encontros, bazares e eventos. Então, acabei me relacionamento com muitas mães e resolvi empreender em algo que tivesse relação com o mundo da maternidade, pois assim teria tempo para minha filha e também uma atividade profissional. Porém, a Beatriz faleceu e essa tragédia tomou conta de nós. Foi terrível! Acabei me agarrando a todas as armas que eu tinha naquele momento para me fortalecer e viver o meu luto sem me perder na vida e uma das coisas que me fortaleceu foi pensar e estruturar um negócio e uma marca que fizesse sentido para tudo aquilo que estávamos vivendo e para nosso futuro. E em outubro de 2015 decidi que iria desenvolver um produto melhorado a partir do que já havia no mercado, voltado para mães, filhos, amigos e família. Então, no meio daquela tempestade, eu decidi que trabalharia mais do que nunca com algo para crianças e que precisava ser algo alegre e feliz, nascendo assim a marca Happy Day. E mais uma vez, como nada ocorre por acaso, fui presenteada com a chegada do Gustavo em meu ventre no mês seguinte. A decisão de abrir a Happy Day se deu a partir de uma oportunidade de mercado em buscar alternativas para passear no parque sem molhar o bumbum com a umidade do solo ou resíduos de fezes animal ou proteger os pequenos da umidade existente em muitas residências na capital e, principalmente, no litoral. Também pela opção de material que fosse totalmente resistente à água para usar no verão, tanto na praia quanto na piscina, sem precisar molhar uma canga ou esteira de palha. Foi um sucesso total de vendas e hoje o produto se tornou um diferencial no mercado por receber tratamentos antifúngicos, antimanchas e, principalmente, ser o único com bloqueador de água, com opções de estampas variadas e exclusivas para todos os estilos e idades de clientes. Além de um design exclusivo e prático para carregar, quando dobrado, vira uma bolsinha com alça a tiracolo, facilitando a vida da mamãe e da moçada que anda por aí carregando mil coisas.

As vendas são feitas através dos meios digitais: fanpage, Instagram, WhatsApp e e-mail e entregamos para todo o Brasil.

Hoje, a empresa é sucesso não apenas regional, mas também está espalhada em outros estados, como Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Isso é só o começo!

tapete happy day

Um beijo enorme!!!

Camila Fialho

www.facebook.com/tapeteshappyday

 

O SEGUNDO FILHO – A MATERNIDADE

Em 07.06.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

O SEGUNDO FILHO

Imagem: Internet

Imagem: Internet

Eu deveria escrever esse post depois do nascimento do Mateus, mas acredito que minha visão como mãe de filho único esperando o segundo filho é um assunto muito pertinente e vejo muitas mães vivendo esse momento.

Sempre fui muito menina, as pessoas que me conhecem ou seguem as minhas redes socias já sabem muito bem disso! Mas chega uma hora que é preciso deixar os laços e se vestir de mulher, executar o papel ao qual foi destinada. Não digo que a missão de toda mulher é ser mãe, mas em algum momento eu disse! Hoje já li e ouvi experiências de mulheres brilhantes que fizeram suas escolhas e me convenceram a respeitar esse tipo de decisão.  Ao longo desses quase três anos na lida de ser mãe entendi que se a mulher não tiver um desejo forte por este estado emocional, provavelmente a loucura e o desespero de ter um filho e do que fazer depois da chegada do bebê, torne a maternidade um monstro de um milhão de cabeças. No fundo a gente só não pira porque foi uma escolha unicamente nossa.

Não planejei meus filhos, mas também não evitei! Eu queria e quero muito ter eles comigo. Espero ansiosa pelo Mateus e tenho vivido os melhores dias da minha vida ao lado do Davi! A ternura de uma criança muda à trajetória de uma mulher, e acredite: Nunca estaremos prontas, nunca iremos de fato saber o que é ser mãe, até ser!

Você lê um monte de livros, artigos, depoimentos de outras mães. Eu fiz isso e faço muito até hoje, vivo de blog em blog materno e consigo te indicar uns ótimos, que me ajudaram muito! No entanto, não existe uma formula ou receita de como ser mãe, um manual de instruções dizendo: COMO MONTAR UMA MÃE IDEAL! Se você ainda não é mãe e esta um pouco assustada com a introdução, relaxe, a maternidade é tão deliciosa que eu teria mais uns três filhos, porém meu marido já cortou meu barato e disse que vai operar antes que eu encha a casa de crianças!

Como não tenho o modelo formal de como ser mãe quero dividir com você o que tenho vivido e aprendido desde a primeira gestação.

Quero começar dizendo que minhas gestações, assim como inúmeras, estão sendo totalmente diferente uma da outra e meu único receio até o momento é de como será o parto e a recuperação.

Segundo, preciso reforçar que em nenhum momento planejei o segundo filho, mas que o mês que engravidei foram dias de muita correria e acabei não evitando, aconteceu e eu sou extremamente feliz por esse acontecimento em nossas vidas!

Quem segue o blog sabe do meu amor pela maternidade e hoje eu tenho absoluta certeza que nasci para ser mãe. Tudo que faltava para me fazer um ser humano melhor e mais consciente chegou juntinho com o Davi, hoje eu vejo o mundo com outros olhos e por outro ângulo. Sou mais tolerante, calma, centrada, decidida, destemida e minha fé triplicou. Não tenho medo de tirar sangue, aprendi a dirigir, consigo cuidar de muitas coisas ao mesmo tempo e isso me trás uma confiança que eu não tinha tempos atrás. Claro que com todas essas mudanças estruturais de mim mesma, trouxeram novos planos e meus horizontes são outros.

A parte difícil existe e não é muito diferente da de outras mães, só tento não pirar! Mas vira e volta eu piro e piro muito!

Às vezes, acordo e olho para o lado e lá está o Davi Luiggi dormindo, um soninho tão bom, tão sereno. Na minha cabeça passa um filme, os dias são longos, mas não consigo organizar tudo. Também não me preocupo com tudo rs. Sou o ser humano mais light do mundo, já dormi sem tomar banho, sem lavar louça do almoço e da janta, sem jantar e não morri por isso, então casa é a minha ultima preocupação. Se der arrumo, se não, fica para o próximo dia! E a vida segue. Cada dia uma novidade. Meu filho é uma criança normal, precisa ficar de olho o tempo todo, eu sinto falta do trabalho, no entanto, sinto vontade de não voltar a trabalhar nunca, só para ficar com eles, assisto Peppa, Dora, Patrulha Canina e companhia limitada o dia todo. Enfim, a vida é normal por aqui e somos felizes!

Li que no segundo filho a gente já está preparada e ainda não sabe, tenho me agarrado a isso e nada de medo de não conseguir, essa semana uma seguidora deixou um depoimento no instagram dizendo que o segundo filho dela, nasceu quando o primeiro tinha um ano e um mês, que no inicio foi complicado e era muito corrido, mas que agora que já passou um tempo, ela chegou à conclusão que foi a melhor coisa que aconteceu.

O que realmente quero dizer é que, ser mãe não é todo esse espetáculo de horrores que muitas descrevem. Imaginem, minhas avós tiveram sete filhos cada e na época delas não havia toda a estrutura que temos hoje, as fraldas eram de pano e minha avó materna conta que colocava todas para quarar, que lavava na beira do rio. Se fosse hoje eu jogaria rio abaixo, imaginem vocês lavando uma fralda com aquele cocô amarelo que gruda no pano e não sai nunca. Não é difícil, só é tudo muito novo e muitas informações para serem absorvidas em um curto espaço de tempo.

Meu pensamento para as mamães que, assim como eu, estão esperando o próximo bebê é: Vamos viver a melhor experiência das nossas vidas novamente, vai ser trabalhoso, talvez, doloroso. Mas acredite: A vida está nos entregando pela segunda vez uma joia que não se pode mensurar o preço, o valor excede a todos os números existentes e essa é a única conclusão para finalizar tudo que já escrevi e tenho sentido até aqui!

 

Love, J. <3

COMO GUARDAR OS REGISTROS DA GESTAÇÃO E PRIMEIRO ANO DO BEBÊ

Em 31.05.2016   Arquivado em CRIANÇAS, MATERNIDADE

COMO GUARDAR OS REGISTROS DA GESTAÇÃO E PRIMEIRO ANO DO BEBÊ

Pré-Natal

Olá meninas, hoje quero escrever sobre um assunto que acho bem valido e que irá ajudar muitas mamães.

Assim que engravidei do Davi tive uma preocupação: Como guardar toda papelada dos exames e mais exames que fazemos durante o pré-natal? Primeiro pensei em decorar uma caixa bem bonita e ir colocando tudo lá. Mas eu trabalhava em uma empresa multinacional e era Facilitadora do Programa 5S, um programa para organizar e manter o ambiente de trabalho limpo, seguro e que foi elaborado no Japão. Todas as experiências com organização me ajudaram muito nesse momento, confesso que fui muito mais organizada na gestação do Davi Luiggi do que agora na gravidez do Mateus Lucca, estou precisando me atualizar em prol dessa nova fase na minha vida. Logo vou fazer um post falando mais do programa e como podemos usar essa ferramenta a nosso favor no dia-a-dia.

Uma coisa muito importante que aprendi e que foi essencial para organização das coisinhas do pré-natal é que além de organizar um documento eu precisava identificar e guarda-los de uma maneira que facilitasse a visualização dos mesmos, então tive a ideia de comprar um pasta dessas tipo catalogo, mas não queria uma preta e fui a uma papelaria e para minha sorte encontrei uma de plástico e transparente, me apaixonei rs! A pasta possui espaços para folhas A4 e são transparentes e assim eu poderia ver tudo que colocasse nela como se eu tivesse montando uma historinha. Como ela era muito sem graça e vida, comprei um envelope de adesivos auto relevo de diversas imagens e colei na capa. Ficou muito fofo! Claro que existem outras pastas mais legais, mas a vantagem da capa ser de plástico é a durabilidade dela sem se desfazer com os anos.

Na pasta guardei tudinho, tudo mesmo! Desde o positivo até o convite de aniversario de um ano do DL. As secretarias da clinica adoravam minha pastinha, toda consulta chegava eu, linda e barriguda com a pastinha colorida rs e cheia de exames para a Dra.

Hoje eu preciso confessar que estou guardando as coisinhas do pré-natal do ML na mesma pasta porque ainda tem muito espaço, mas eu quero em breve fazer outra para ele e deixar uma para cada um!

A ideia da pasta é legal também para começar no inicio da escolinha, para deixar registrado todos os avisos, eventos, boletins escolares e outras informações importantes que nossos filhos poderão querer ter conhecimento quando forem grandes.

Vou deixar algumas fotinhas da pastinha e se vocês tiverem ideias legais de como guardar e registrar o crescimento dos filhotes me encaminhe um email e terei o maior prazer em postar aqui para todas as mamães entrefraldaseblush@gmail.com

BetaHCG-POSITIVO ENXOVAL RECÉM NASCIDO PAPEL DE PAREDE DO QUARTO CONVITE DE UM ANO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O importante é guardar tudo que puder com muita organização e facilidade, sei que as melhores recordações ficarão sempre nos corações, mas é muito gostoso ter algumas imagens para poder rir e chorar muito ao longo da vida!!!

Love, J. <3

QUAL PARTO ESCOLHER? NORMAL OU CESARIANA?

Em 25.05.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

QUAL PARTO ESCOLHER? NORMAL OU CESARIANA?

Fonte: Imagem internet

Fonte: Imagem internet

Olá mamães de plantão, hoje quero falar de um assunto que já estava na minha programação, mas depois de fazer uma pesquisa com vocês, minhas leitoras divas, resolvi adiantar o assunto.

Toda mamãe já passou ou ainda irá passar por esse momento (caso esteja gravidinha). Esse é um dos instantes mais marcantes da maternidade: O nascimento do seu filho.

Durante a gravidez do Davi eu tinha um milhão de dúvidas, ainda tenho muitas, mas hoje eu já tenho minha opinião formada sobre minhas escolhas durante a gestação e me sinto mais segura para as novidades que vão aparecendo ao longo da maternidade.

Atualmente a maternidade é romantizada, tudo é muito lindo, ou muito intenso e ponto. Mas a realidade é que somos seres humanos e esse processo de transformação de filha para mãe é um processo lento que demanda muita energia. Até então você enxergava a maternidade pelos olhos da sua mãe e de outras mamães, você sabia como era ser filha, ouvia todo dia: Quando você for mãe você vai entender isso ou aquilo. E realmente, só entendemos todo esse universo quando fazemos parte dele e somos a protagonista.

Porque eu estou falando tudo isso? Porque assim que você descobre a sua gravidez um monte de gente sem o que fazer te faz um questionário, como se você fosse obrigada a ter as respostas e não é bem assim, já falei sobre esse assunto aqui.

Portanto hoje vou escrever um pouquinho sobre parto normal e cesariana. Mas a escolha devera ser sua, não existe uma receita de bolo dizendo: Esse parto é o ideal! Não! O ideal mamãe é aquele parto que você se sentira à vontade e segura. Mas busque informações, pesquise, leia, converse com outras mães e escreva sua própria historia sem medo. Ouça seu coração, não se preocupe com a opinião de outras mães, ouça e absorva o necessário.

Meu conselho sempre será o mesmo: Faça sua própria formula e terá sucesso! Sem cobranças, oquei?

Vamos lá:

PARTO NORMAL E NATURAL

PARTO NORMAL

Fonte: Internet

Segundo Coren – SP, existe uma diferenciação entre o parto normal (tradicional) e o parto natural, pois, já há algum tempo, o parto normal tem ocorrido de maneira oposta à sua normalidade e naturalidade, com muitas intervenções sendo realizadas. Ou seja, para a realização do parto de forma tradicional, são utilizados, de maneira rotineira, alguns procedimentos como o corte na vagina, a colocação de soro na veia, a raspagem dos pelos, a lavagem intestinal, a suspensão da alimentação, o repouso na cama hospitalar, a proibição da presença de um acompanhante, dentre outras ações, que só causam sofrimento, dor e aumento do risco de inúmeras complicações à mãe e ao bebê. Daí, também, a explicação para muitas mulheres terem tanto medo do parto normal.

Entende-se por parto natural aquele realizado sem intervenções ou procedimentos desnecessários durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós parto, e com o atendimento centrado na mulher. Também pode ser chamado de “parto humanizado”, devido todo o respeito e ternura com que são tratados a mulher e o bebê neste período. No parto natural, a saída do bebê ocorre pelo canal vaginal, sem qualquer intervenção cirúrgica. Tudo transcorre da maneira mais natural possível e com o mínimo de procedimentos, de modo a evitar causar mais dor, complicações e risco de infecções à mãe e ao bebê. Apenas quando, durante o processo do parto, existir uma real indicação para alguma intervenção, poderá ser realizado o corte na vagina, a colocação de soro na veia e a suspensão da alimentação, além de outros procedimentos.

Eu acho linda a natureza seguindo seu caminho, vejo esse tipo de parto como uma dádiva para as mulheres que escolhem esperar o tempo oportuno para a chegada do bebê. Mas sei que muitas mulheres simplesmente não conseguem um parto normal, natural ou humanizado. E tenho experiências na família de partos normais que foram um sucesso outros um fracasso. A minha sugestão é que seja feito um acompanhamento responsável e consciente com a sua médica. Que exista cumplicidade entre médico e paciente para esclarecer todas as perguntas. Conhecer seu corpo e seus limites. Eu já quis muito um parto normal, mas em uma conversa com minha obstetra ela foi clara ao dizer que não me indicava esse tipo de parto e eu não quis estender a conversa. No fundo tinha mais medo que qualquer outro sentimento. E deixo aqui nessas linhas a minha sincera admiração pelas mães que escolheram um parto natural e foram até o fim, vocês são guerreiras, parabéns!

CESARIANA

CESARIANA

Fonte: Internet

Cesariana é uma cirurgia em que o obstetra realiza uma incisão no abdome e no útero da mulher para retirar o bebê através desse espaço.

Daria para escrever um livro sobre as vantagens dos partos normais e uma tragédia romana sobre as cesarianas. Como grande maioria de tudo que li mostram os pontos negativos desse tipo de parto, resolvi não colocar nenhuma citação. Vou contar um pouco da minha experiência. Do que vivi!

  1. Realmente o pós-parto é difícil, é preciso repouso e cuidados. Mas todos os partos precisam de repouso e cuidados.
  2. É horrível cortar a barriga, mas em alguns casos de parto normal também existe corte, o que é tão incomodo quanto qualquer outro corte.
  3. É uma cirurgia perigosa, mas muitas mulheres morrem em partos naturais, ou por falta de condições genéticas, físicas ou financeiras.
  4. Ter uma cesariana não te impede de ter um parto normal no próximo filho.

Bom, seja parto normal ou cesariana, o importante é ouvir aquele chorinho gostoso do seu filho assim que ele chega ao mundo, é uma sensação sem explicação e que vai acalmar seu coração.

Quero muito conhecer sua historia, mande um email contando como foi seu parto, mande fotos e fale um pouquinho da sua escolha e iremos postar aqui, tenho certeza que cada experiência é única e você pode ajudar outras mulheres a esclarecer suas duvidas com relatos reais.

Beijo e um queijo rs  :*

Love, J. <3

UMA CONFISSÃO DE MÃE

Em 08.04.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE

GRAVIDA_FOTODEGRAVIDA

 

Queria uma menina, queria pintar o quarto de rosa, comprar um monte de sapatinhos, vestido de toda cor, lacinhos, trecos para o cabelo. É, eu confesso que queria! Mas Deus é mais sábio nas escolhas do que eu e por isso me deu um menino. Um Rapaz Lindo <3
Ele mudou a cor da minha vida, trouxe o céu para minha casa, a cor do mar, do infinito e além! Encheu minha sala de carrinhos e meu coração de amor. E ai o que eu queria já não é mais o que eu quero!
Hoje QUERO o sorriso dele, a saúde, o cheirinho único, os beijos melecados de baba! Quero ele, meu pequeno, meu homem, meu amor verdadeiro! Hoje se eu pudesse voltar atrás e tivesse que escolher, escolheria ter Ele!
Tenho descoberto o maravilhoso mundo azul, cheio de graça e ternura porque ele me descobriu mãe!
Descobriu meus medos, meus anseios, minhas duvidas, meus paradigmas e minhas vontades! Hoje ele é a vontade de Deus para meu universo, minha existência! Dependo dele como do próprio ar que respiro!!! Meu coração bate fora do peito, nenhum homem antes ou depois dele tem tamanho significado e importância para mim como ele!
Imagino o primeiro encontro, o primeiro carro, a primeira briga (sempre tem, Meu Deus!). O jogo de futebol ou a natação, sei lá, algum esporte que ele goste!! A faculdade!!! Se ele beber? E a nora? …
E por ele tenho esses inúmeros pensamentos e fico rindo sozinha rs, delicia ser mãe dele! Amo você meu filho <3

 

Love, J. <3

O PRESENTE POR SER MÃE!

Em 16.03.2016   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS, MATERNIDADE
14099328_178408215923007_710647178_n

Foto: The Bumb

Você acorda esposa, profissional, dona de casa, filha, amiga e uma noticia no meio do dia te faz dormir MÃE. Todas as expectativas mudam, o norte muda, os horizontes mudam, a vida muda, as cobranças mudam.

De inicio você já precisa responder a um monte de perguntas: Qual sexo? Você tem preferência por menino ou menina? E os nomes? Já pensou nos nomes? E quando nascer irá ficar com quem? Será que vai ter o olho azul, castanho, preto…? E o quartinho? Você está enjoando? Qual tipo do seu sangue? E as vacinas, estão em dias? Você quer parto normal ou Cesária?…

E cada pergunta te deixa mais aflita, como se você tivesse as respostas, como se desde agora você tivesse a obrigação de saber tudo! Mas NÃO, mãe não tem que saber tudo, o tempo e as experiências se encarregaram de ensinar o essencial, o restante é extinto é raça é coisa de mãe, de sentir, química materna na veia que te traz sensações que vão de 0 a mil em um segundo, mas garanto que são os melhores momentos da sua vida!!!

Mas tudo isso é só o começo, você terá em suas mãos sua própria vida, um coração que gerou dentro de você, um serzinho tão pequeno e indefeso que a única coisa que você pode fazer é amar, amar e amar.

Primeiro você irá aprender mais do que ensinar, cada sorriso, cada gracinha! Você verá a simplicidade da vida nesses gestos, que para ser feliz você precisa de tão pouco e não sabia dessa quantia antes.

Os primeiros dentinhos, os primeiros passos, as primeiras birras, o desenho favorito. Aquela pecinha de roupa que você vai guardar para sempre junto com o desejo de que o cheirinho também pudesse ser guardado, não existe cheiro melhor no mundo do que cheiro de filho, cheira amor+vida+ternura+fofura+amor+bebê+um pedacinho e por esses motivos ser mãe vai se tornando mágico e intenso de mais. Você mergulha em um oceano, pisa em uma terra encantada. Claro que essa terra tem um monte de monstros, perigos, medos… Nossa!!! Tantos medos! Você pode ser a mulher mais forte do mundo, a mais corajosa, aquela que não teme nem a morte, mas o dia que seus filhos nascerem você vai correr da morte, irá desejar viver para sempre para poder protegê-lo dos perigos, para poder segura a mãozinha dele, dar colo, conselho, abraço, beijo, cafune, buscar na escola, buscar na balada. Você temera a morte como seu maior medo e não será por medo de perder sua vida, mas a oportunidade de viver a vida do seu filhote. E você pedirá a Deus: – me faça imortal!

Seu filho cresce, vem escola, infância, adolescência, faculdade, os namoros, o noivado, o casamento, os netos, não necessariamente nessa sequencia. E você está onde começou outra vez, sem a cria perto, sem o melhor cheiro do mundo, o melhor sorriso, mas você tem uma certeza, forte e única: – sou mãe! E você finalmente recebe uma resposta de Deus sobre seu pedido de imortalidade: “- Você será imortal em seus filhos, em tudo que os ensinou, em todo amor que plantou, em cada beijo que ofereceu. Sua vida gritará tão forte na vida deles que eles nem perceberão que cada atitude deles será um gesto seu. VOCÊ NUNCA MORRERA DENTRO DELES. Dou-te a IMORTALIDADE como presente por ser Mãe”!

 

Bjus!!!

Jaqueline Medeiros :*