Entre Fraldas e Blush

UM PAPO DE MÃE PARA PAI.

(Esse texto foi baseado em diversas experiências a mim relatadas sobre mães que trabalham fora, mães que querem mais participação dos pais e alguns trechos de minha própria rotina!)

Mãe cansa, mãe não é nenhum ser angelical ou dotada de super poderes. Talvez seja uma adaptação que demore alguns anos para ocorrer ou talvez o cansaço apenas incorpore no corpo da mulher que virou mãe e a deixe calejada a ponto de não ficar reclamando que está exausta.

Mãe também gosta de silêncio, gosta de esvaziar a cabeça às vezes, gosta de fazer nada, gosta de demorar 40 minutos no banheiro. Lembra que antes de ser mãe, há pouco tempo, éramos apenas mulheres com uma rotina parecida com à sua? Acordar trabalhar, tomar decisões, tinhamos tempo a vontade para descansar, longoooos banhos faziam parte do nosso dia, queimávamos os neurônios na aula ou no trabalho, mas nos recompúnhamos com uma noite bem dormida!

É meu amigo, continuamos sendo essa mesma mulher, ou pelo menos lutando muito para continuar sendo. Mãe tem vontade de gritar em meio a choros, mãe tem vontade de jogar na tua cara que faz tudo sozinha o dia todo, mãe tem vontade de sumir às vezes, tem vontade de chorar e pedir para o mundo parar para que possamos nos recarregar, a fronha está suja? Pode ser sido uma lágrima que escorreu ali entre uma mamada e outra do neném na madrugada, enquanto você descansava.

Já imaginou o dia a dia de uma mãe com seu filho? Se não, eu vou te contar mais ou menos como é: Ele começa na noite anterior, quando temos que analisar a bolsa do bebê, tirar as peças sujas e substituir por limpas, ops, não estão passadas ainda? Então bora passar… Aquela peça que precisa está suja? Então bora lavar. Bolsinha pronta, damos uma repassada mentalmente pra ver se não vai faltar nada na lancheirinha, tem papinha e frutinha para amanhã? Então ok! Ufa, não vamos precisar fazer feirinha e cozinhar os legumes hoje, mas anota aí na lista de afazeres, porque fazemos isso algumas vezes na semana.

O bebê está descobrindo o mundo, então se o seu descobre que esta cansado, deita e dorme, parabéns, mas a maioria luta contra o sono, então dale colinho, tetê e tudo mais que der certo para ele(a) dormir. Vou te contar um segredo, às vezes, em algum dia que o cansaço vem em nível hard, pode acontecer da mãe da criança ir dormir sem tomar banho 😝, e você não deve julga-la por isso. Tente segurar o julgamento também quando nos ver quietinhas escrevendo no bloco de notas do celular (como estou fazendo nesse exato momento), isso pode ser uma válvula de escape para o estresse, pode ser que a descoberta pelo gosto de escrever veio acompanhado da maternidade!

Quando chega finalmente a hora de dormir, o psicológico já sabe que jaja é hora de acordar de novo. Ahhh um detalhe importante, quando a mãe amamenta, quando escutam qualquer chorinho do neném já dizem que é fome, mas acredite se quiser, não é! Então papai, se ouvir neném chorando a noite pode dar um pulinho no berço também tá, muuuitas vezes é só mudar a posição, colocar a chupeta que o baby nana de novo. Incrível né? Aposto que você não sabia. Depois de levantar algumas vezes na madruga é hora dar bom diaaaa! Bolsa pronta, lancheira pronta, neném trocado. Rua! Bora trabalhar! As nove já está na hora da frutinha, depois de uns 20 minutos, se tivermos com sorte e o babador tiver dado conta do recado o neném estará limpinho, ótimo, se a sorte não estiver ao nosso lado o neném vai estar parecendo um porquinho, então bora trocar a roupa que filho nosso não fica sujo assim não (kkkk algum dia te garanto que vai ficar sim).

Quando ganhamos um companheirinho (a) para compartilhar nosso dia papais, temos que nos reinventar sabia? Sabe aquele e-mail que você manda em cinco minutos? Nós demoramos 30, porque sempre vai ter um dedinho querendo digitar também. Sabe a reunião com cliente que você chega pontualmente às 15:00 horas? Nós chegamos às 15:30H porque um nenenzinho que não fazia cocô a dias conseguiu fazer e acabou sujando toda a roupinha linda que tínhamos colocado para deixar o cliente babando.

Toda aquela agilidade de antes vai pro beleléu, porque se existe uma mãe que fica o dia todo com a cria, seja em casa ou no trabalho, é porque ela prioriza as necessidades do seu filho. Somos mães polvo sim, multifuncionais, mas perdemos toda hora a linha de raciocínio do que estamos fazendo, afinal quem consegue se concentrar em calcular preço de uma peça que vai vender quando o petico(a) esta ali do lado, no chão, explorando tudo ou resmungando para chamar sua atenção?
Meio dia e meio, aquele ritual básico, esquenta, assopra (sempre esquento demais a comida dele🤦🏻‍♀) coloca no cadeirão, coloca babador, da o papá com calma, da frutinha com calma, aí lembra do lance da sorte ou folta de sorte com a roupa? Vale pra cá também! Neném com a pancinha cheia, chega nossa hora de papar também, comida quente? Uauuu que ostentação… e seguimos o baile. Três horas da tarde, lembra da história da luta contra o sono? Pode por uma pitadinha aqui também. Neném dormiuuuuuu, aí é aquele trupe para aproveitar o sagrado soninho da tarde e colocar o trabalho em ordem. Vinte minutos depois tem dois olhinhos te encarando kkkk, sério, acontece bastante por aqui da soneca durar só isso. Piscamos e adivinha? Cinco e meia, hora da jantinha, aí é só arrumar a bagunça e partiu casa, banho no trabalhador mirim, alguma atividade com ele e… lembra? Hora DELE dormir, e aqui começa tudo de novo.

Como eu sei que vocês são pais que participam, não preciso ficar falando que entre essas coisas que citei acima trocamos a fralda varias vezes, damos leitinho, limpamos a casa, (se vocês forem igual meu marido, vocês limpam junto também), cuidamos da cachorrinha que implora atenção depois que o neném chegou, lavamos, passamos e cozinhamos (em casa eu me viro com a roupa do Benício e cada um se vira com a sua, isso significa que quase não passamos roupa, pasmem 😬) Neném faz barulho, neném faz muuuuito barulho, neném precisa de atenção, gosta de colo, precisa de alguém para impor limites, nenéns sugam nossa energia e graças a Deus por tudo isso…

Em nenhum momento questionamos ou reclamamos do tanto que precisamos nos doar para que eles se desenvolvam da melhor forma possível, apenas queremos dividir com vocês essa missão de gerir um serumaninho que é tão dependente e frágil hoje e torná-lo um ser humano fantástico no futuro. Mais um ponto importante, aprendemos muito, mas muito mais por exemplo do que por teoria, então seja o homem que vc quer que seu filho seja. No horário que estiver com seu pequenininho seja detalhista, preste atenção na respiração, caretas, barulhinhos ou barulhões kkkk, troque fralda, de banho, coloque para dormir, se precisar acorde a noite, ah e uma dica, se ele dormir no seu colo não tenha pressa em levá-lo o para o berço, é a melhor hora para apreciar a obra prima que fizemos juntos.

Nós, pais desse anjinho em construção devemos ser a melhor dupla possível para que ele possa se espelhar e acreditar no poder da família. Hoje me peguei pensando sobre uma frase que já virou clichê na maternidade/paternidade “Tudo passa muito rápido” Será que passa mesmo, ou será que a gente tem tanta pressa para que eles comam porque temos que sair ou durmam porque estamos cansados que não valorizamos as pequenas descobertas do dia a dia, os sons e expressões novas que surgem toda hora, aquela encarada olho no olho, aquele barulhinho gostoso na hora de mamar, aquela mãozinha macia na nossa já calejada.

Esse texto não vai ter uma conclusão magnífica, nada surreal que você vai ler e dizer UAAaaaau, somente o desejo de ter conseguido despertar em você aí do outro lado o interesse em fazer uma auto análise sobre a sua responsabilidade na criação desse serzinho, apenas o intuito de que você tente aproveitar ao máximo essa dádiva maravilhosa que é ter um filho e lembrar que pai não “ajuda a mãe” pai tem exatamente a mesma importância na criação da criança.

Se você gostou desse texto e acha que ele pode ajudar alguém, curta e compartilhe, me ajude a levar ele a outras pessoas!

Por Lívia ioca
Instagram @maternandosemmimimi

Bem Vinda a Maternidade Real

Junte-se a outras mães que também estão em busca de conhecer e compreender melhor a si mesmas para se tornarem mães mais presentes e conectadas com seus filhos. Cadastre seu e-mail abaixo gratuitamente.

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

O PRÓXIMO FILHO
A GRAVIDEZ <3
O Príncipe da minha vida é banguelo e cheira leite
Pular para a barra de ferramentas