Vida corrida, Trabalho, filhos e eu te apresento a Segunda Chance – Avós

Em 08.02.2018   Arquivado em CONFISSÕES MATERNAS
A segunda chance!

O amor mais verdadeiro

Você já parou para pensar que estamos a maior parte do tempo reclamando dos afazeres, da rotina, das noites mal dormidas, da casa que não para arrumada?! Vira e volta dizemos: hoje não fiz isso por causa das crianças. Ou dizemos que trabalhamos tanto pelas crianças. Ou que estamos construindo mais oportunidades para elas e por isso trabalhamos tanto e estamos tão ausentes. Uns arrumam muito a casa, outros se preocupam muito com os sonhos, outros com o trabalho, a carreira e  tenho certeza que você e eu se encaixamos em pelo menos um desses.
Nossas crianças crescem criadas por terceiros, nosso tempo é pouco para estar presente. Enchemos a casa de brinquedos como se eles fossem a compensação do tempo ausente.
E o pior é que a vida não é fácil para ninguém e a grande maioria não tem outra escolha. Trabalhar se faz necessário e as cobranças são muitas, a pressão dos grandes grupos, as multinacionais sugam todas energias com seus protocolos e políticas que prezam a família, mas que exigem o resultado a qualquer preço.
O tempo que sobra não é suficiente, tantas vezes fazemos planos: hoje vou jogar bola com as crianças, ou hoje vou brincar de casinha com as meninas, vamos sair para passear, vamos ver um filme. E no final do dia… Você organiza a casa, prepara a mochila do dia seguinte, vê o que tem de tarefa da escola, coloca o lixo para fora, a roupa na máquina, tira da máquina e a criança ta lá, tentando chamar atenção, sem entender porque é assim e o tempo vai passando, quando realmente paramos para fazer algo eles já cresceram.
Mas eu gostaria de te dar uma boa notícia no meio desse turbilhão de vida que vivemos atualmente.
Deus na sua infinita perfeição e graça, irá fazer de muitos ou de todos nós, avós.
Essa será nossa segunda chance.
Claro que eu quero aproveitar a primeira. Mas sabendo da segunda, hoje eu decidi agradecer!
Aos meus e aos seus pais e mães. Porque eles são a certeza que a segunda chance faz de nós seres genuinamente humanos e infinitamente melhores.
Aos nossos pais e mães, os famosos vovós e vovôs babões, todo meu amor e respeito.
Obrigada por pararem tudo e viverem a segunda chance com tanta plenitude. Por brincarem de casinha quando não estamos, por atenderem aos desejos dos nossos filhos, por brincarem de iguais para iguais com eles. Por fazer comida na hora certinha, por ver filme, por ouvir as histórias deles com tanta atenção, por fazerem dormir, por levarem para escola, buscar da escola. Por jogar bola, por terem toda paciência do mundo, por amarem tanta a nós e a eles. Por sempre estarem presentes.
Vovó e Vovô não quero esperar a segunda chance, hoje quero viver essa chance com as crianças e com vocês meus amores.
Beijos
Jaqueline Medeiros
Siga nossas redes sociais
Instagram e Fanpage 

Sejam bem vindos! Dispensar